O que é telerradiologia e como ela contribui com o crescimento das clínicas odontológicas

A tecnologia avança a passos largos na área da saúde, trazendo uma série de benefícios para profissionais e pacientes. O dentista, por exemplo, pode contar com laudos mais rápidos e precisos ao usar a telerradiologia — uma ferramenta importante para quem busca estratégias para o crescimento de sua clínica.

Quer entender em detalhes o que é telerradiologia odontológica e as diferenças para o método tradicional? Então, não perca este post e descubra ainda todas as vantagens dessa tecnologia e os principais cuidados que é preciso ter nessa área!

O que é telerradiologia?

Para fazer diagnósticos e realizar planos de tratamentos, o dentista precisa contar com a radiologia. No entanto, apesar de essencial para sua rotina de atendimento, as atividades voltadas para os laudos são bastante burocráticas e acabam tomando muito tempo dos profissionais.

Como solução dessa questão, surgiu a telerradiologia odontológica, uma prática tecnológica que permite a elaboração de laudos dos exames de imagem a distância — o radiologista realiza a captura das imagens bucais do paciente e depois as envia pela internet para uma empresa ou profissional especializado em emissão de laudos.

Nessa empresa, há um corpo clínico formado por especialistas em radiologia que examinam as imagens, fazem o laudo e enviam de volta, de forma digital, para o dentista. Trata-se, portanto, de um serviço que traz agilidade para o atendimento.

Para exames que necessitam de equipamentos maiores e mais caros, nem sempre presentes no consultório do dentista, existem os centros especializados de radiologia, para onde o paciente vai para obter as imagens.

Ainda, há vantagens para o paciente, que ganha agilidade para realizar o exame, e também para o profissional, que passa a oferecer um serviço mais completo, o que fideliza o público e faz seu negócio sair na frente da concorrência.

Quais as diferenças para a radiologia tradicional?

Agora que você já sabe o que é telerradiologia deve estar se questionando: mas qual é a diferença para a radiologia convencional? O objetivo de ambas as técnicas é a obtenção de imagens para uma visão panorâmica bucal, tomografias da face, diagnósticos da idade óssea, avaliação da ATM, identificação de lesões patológicas, de dentes inclusos, planejamento de implantes, entre outros.

O que difere é a forma de emissão do laudo, pois na telerradiologia ele é realizado a distância, ou seja, em um local diferente de onde as imagens foram capturadas. Trata-se de um serviço interessante para os dentistas, pois eles não perdem tempo realizando os laudos e também acabam contando com profissionais mais especializados para fazer o processo, garantindo um diagnóstico de melhor qualidade para o paciente.

Quais as regulamentações e regras da telerradiologia?

A telerradiologia faz parte da telemedicina e, dessa forma, é regulamentada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). As regras para a atividade constam na Resolução CFM 2.107/14 e, assim, devem ser seguidas pelas empresas que prestam serviços na área.

A diretriz determina que para os profissionais realizarem o exame precisam ter um título de especialista em radiologia ou em diagnóstico por imagem, assim como aqueles que recebem as imagens nas clínicas de telerradiologia.

Além disso, estabelece que a transmissão dos exames deve estar acompanhada dos dados clínicos dos pacientes e ser autorizada por eles. O CFM determina, ainda, que somente empresas nacionais podem realizar serviços no segmento de telerradiologia.

Outro ponto importante é que o radiologista só pode exercer esse serviço de laudo a distância se tiver um equipamento e software de arquivamento e comunicação de imagens homologados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Como a transmissão de dados é digital, é necessário garantir a segurança em todo o processo, evitando que haja vazamento de informações dos pacientes. Desse modo, os sistemas precisam ser criptografados de ponta a ponta e as empresas que realizam o serviço devem ter um selo de certificação da Anvisa que demonstre a segurança no envio dos dados.

Quais cuidados devem ser tomados nessa área?

Para escolher uma clínica de telerradiologia como parceira, é necessário que o dentista tome alguns cuidados, como:

  • avaliar se os radiologistas são experientes e têm certificados para laudar exames odontológicos;
  • pesquisar se a empresa tem o selo de certificação da Anvisa, garantindo que a transmissão dos dados é segura;
  • verificar se a empresa oferece o suporte técnico necessário caso haja algum problema na transmissão ou recebimento dos dados e imagens.

O profissional que passa a contar com os laudos a distância precisa também adequar a infraestrutura de seu consultório, com uma internet veloz e equipamentos de radiologia de alta qualidade, no caso em que as imagens sejam obtidas no próprio consultório

Quais as vantagens dessa tecnologia na Odontologia?

Se você já descobriu o que é telerradiologia, vai gostar de conhecer as vantagens dessa tecnologia nos consultórios e clínicas odontológicas. Acompanhe!

Serviços em um só lugar

O dentista consegue otimizar os tratamentos, pois realiza várias das etapas em seu consultório, muitas vezes sem a necessidade de encaminhar o paciente para uma clínica especializada. Dessa forma, oferece um serviço mais ágil e de melhor qualidade.

Rapidez na obtenção dos resultados

Os resultados dos exames são obtidos de maneira rápida. Nos casos de urgência, em que o paciente está sentindo muita dor, por exemplo, é possível ter o laudo em mãos em cerca de 30 minutos.

Custos menores para a emissão de laudos

Com a terceirização na emissão dos laudos, o dentista não precisa contar com especialistas nessa atividade ou dispor de uma infraestrutura para isso. Assim, acaba reduzindo os custos ao contar com a telerradiologia.

Facilidade para arquivar imagens e laudos

As imagens e informações são digitais, o que facilita o trabalho do dentista. Nas situações de tratamento ortodôntico, levantamentos radiográficos extensos ou tomografias, por exemplo, toda a documentação fica armazenada de forma segura e com fácil acesso para o profissional.

Compartilhamento de relatórios com os pacientes

Caso o paciente seja atendido por uma equipe multidisciplinar, o dentista pode compartilhar as imagens e laudos dos exames, proporcionando que ele receba um tratamento ainda mais completo para sua necessidade.

Gostou de entender o que é telerradiologia e como essa tecnologia pode fazer diferença no sucesso da sua clínica? Então, não perca tempo e passe a contar com laudos a distância para otimizar seu atendimento.

Quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato com a Radio Memory, a primeira empresa brasileira de softwares para a telerradiologia odontológica, e descubra mais benefícios da ferramenta!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.